Sexta-feira, 09.09.11

Presidentes da Câmara Municipal de Loulé (VI) - José Cláudio da Silva Mendes

 

Bom dia caros visitantes do "Marafações de uma Louletana".

 

José Cláudio da Silva Mendes tomou posse em 20 de Junho de 1928. A criação de "Escolas Móveis" foi a sua prioridade. Foi solicitado ao engenheiro Manuel Alves Costa um projecto e orçamento para o lavadouro municipal e um estudo e projecto de organização do plano geral da rede de esgotos da vila. Aprovou-se o alvitre apresentado nos jornais de Lisboa por Mário Lyster Franco acerca de um busto de Francisco Xavier de Athaíde Oliveira.

Foi eleito Presidente em sessão camarária de 8 de Novembro de 1930. Nesta fase de governação concelhia adaptou-se uma dependência do Matadouro Municipal para laboratório de análise e inspecção do leite que era vendido à população.

Rabiscado por Lígia Laginha às 09:29 link do post | Comentar | Marafações predilectas
Sexta-feira, 26.08.11

Presidentes da Câmara Municipal de Loulé (V) - Francisco Guerreiro Barros

 

Bom dia caros visitantes do "Marafações de uma Louletana".

 

Hoje falamos de Francisco Guerreiro Barros, louletano que foi Presidente da Câmara Municipal de Loulé entre 1959 e 1961.

 

Francisco Guerreiro Barros nasceu em Loulé em 1993.

Fez na sua terra natal e no Seminário de São José, de Faro, os primeiros estudos. Abandona a vida eclesiástica, pelo advento da República, e matricula-se na Escola Primária Superior e na Escola do Magistério Primário da mesma cidade.

Dedicou-se ao comércio de frutos secos, ligado a uma importante firma louletano-farense.

Entretanto foi nomeado chefe da Secretaria do Liceu de Faro, em 1927, funções que exerceu durante alguns anos.

Foi igualmente vereador, vice-presidente e presidente da Câmara Municipal de Faro, presidente da Câmara Municipal de Loulé, membro da Direcção da Caixa de Providência e Abano de Família do Distrito de Faro, presidente do Rotary Clube de Faro e Presidente da Direcção do Grémio dos Exportadores de Frutos e Produtos Hortícolas do Algarve.

Colaborador assíduo da imprensa regional, cujos artigos abordam temas de cariz económico.

Terá tomado posse como Presidente da Câmara Municipal de Loulé no decurso do ano de 1959, sendo que surge como tal em documentação de 9 de Junho de 1960. Durante a sua presidência instala-se definitivamente a Biblioteca Municipal com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, no edifício dos Paços do Concelho. É dada continuidade ao trabalho no plano educacional, de construções de escolas e cursos nocturnos para adultos e de estudo de localização da Escola Industrial e Comercial de Faro.

Francisco Guerreiro Barros morreu em Faro no ano de 1974.

 

Rabiscado por Lígia Laginha às 09:13 link do post | Comentar | Marafações predilectas
Quarta-feira, 17.08.11

Presidentes da Câmara Municipal de Loulé (IV) - Eduardo Delgado Pinto

 

 

 

Bom dia caros visitantes do "Marafações de uma Louletana".

 

Hoje voltamos a falar daqueles, que em determinada altura, estiveram à frente dos designios da nossa autarquia. E o eleito é Eduardo Delgado Pinto:

 

Eduardo Delgado Pinto nasceu em 1918.

Director da Farmácia Pinto durante 30 anos, a primeira sessão que preside enquanto Presidente da Câmara Municipal de Loulé data de 10 de Março de 1965. Continuando a obra do seu antecessor, José João de Ascensão Pablos, promove a beneficiação das fontes públicas, a construção de casas para magistrados e a construção da rede de esgotos de Quarteira. Saliente-se também a reparação de arruamentos nas sedes das freguesias, a aprovação do projecto da Pousada de Juventude em Quarteira, a electrificação da Ponte de Salir, a construção de lavadouros públicos em S. Clemente e Alte, o projecto de abastecimento de água em Vilamoura, etc.

A última sessão que assinou data de 24 de Fevereiro de 1969.

Faleceu em Faro no dia 8 de Outubro de 1976.


Rabiscado por Lígia Laginha às 06:41 link do post | Comentar | Marafações predilectas
Quinta-feira, 28.07.11

Presidentes da Câmara Municipal de Loulé (III) - José da Costa Guerreiro

 

 

Bom dia caros visitantes do "Marafações de uma Louletana".

 

Hoje voltamos a falar dos Presidentes da nossa edilidade e o visado é José da Costa Guerreiro.

 

Surge como Presidente da Comissão Administrativa nomeado a 23 de Outubro de 1935. Durante a sua longa presidência (de dez anos e alguns meses) várias foram as iniciativas políticas a destacar, entre elas a ampliação do Cemitério Municipal, a solicitação de uma Escola de Artes e Ofícios, a criação de um Centro de Saúde, a revisão dos vencimentos do pessoal do quadro e a regulação dos horários dos estabelecimentos de venda ao público. Verificou-se o desenvolvimento da vila e das regiões costeiras, especialmente Quarteira. Aprovou-se ainda, o regulamento da Corporação de Bombeiros de Loulé e procedeu-se à classificação da Igreja Paroquial de Almancil como Monumento Nacional. No Salão Nobre, em 7 de Abril de 1937, procedeu-se à apresentação das fotos oficiais de Marçal Pacheco e José Mendes Cabeçadas Júnior. Na decorrência das suas funções, José da Costa Guerreiro foi substituído por José Cláudio da Silva Mendes, em Março de 1938, e anunciou o seu afastamento em 25 de Janeiro de 1945. Como reconhecimento do mérito e do trabalho que realizou para o desenvolvimento do Concelho de Loulé, foi agraciado com as insígnias de Oficial da Ordem de Cristo (sessão de 30 de Dezembro de 1946).

Começou, como Vereador, a servir o Presidente da Câmara a 12 de Setembro de 1951, e surge na acta de 20 de Novembro desse mesmo ano como Presidente da Câmara. Mais uma vez à frente dos destinos do Concelho, de entre as obras projectadas e inauguradas no seu tempo destacam-se a classificação de "imóvel de interesse público" dada à Capela de Nossa Senhora da Conceição, a construção, iluminação e inauguração do Monumento em homenagem a Duarte Pacheco e a inauguração do Monumento ao Doutor Cândido Guerreiro, em Alte. A nível da educação é de referir os cursos nocturnos para adultos em povoações do Concelho. Com o aumento do tráfego rodoviário surgem medidas que o regulamentam, tanto em Loulé como em Quarteira, e procedeu-se à construção de uma Estação de Camionagem. Foi construído um bairro de casas económicas. A última sessão a que presidiu ocorreu a 5 de Janeiro de 1956.

 

Rabiscado por Lígia Laginha às 07:06 link do post | Comentar | Marafações predilectas
Sexta-feira, 17.06.11

Presidentes da Câmara Municipal de Loulé (II) - Manuel Lourenço Teixeira Faísca

 

 

Bom dia caros visitantes do "Marafações de uma Louletana".

 

Hoje voltamos aqueles que em dada altura presidiram a nossa autarquia e cujas acções foram importantes para aquilo que Loulé é hoje enquanto Cidade e Concelho.

Falemos então de Manuel Lourenço Teixeira Faísca:

 

Manuel Lourenço Teixeira Faísca nasceu na freguesia de S. Clemente em 31 de Janeiro de 1929.

Fez o ensino primário na Escola Conde Ferreira em Loulé, frequentou o Liceu Nacional de Faro e concluiu o curso de Engenharia de Minas no I.S.T. em 1958.

O Eng. Manuel Lourenço Teixeira Faísca exerceu a profissão em Angola nos Serviços de Geologia e Minas e na Companhia do Manganês de Angola, no início dos anos 60. Passou ainda pela Beralt Tin & Volfram (Minas da Panasqueira) de 1966 a 1969, pelas Minas do Lousal de 1969 a 1971 e pelos Caminhos-de-Ferro Portugueses de 1971 a 1973.

Ocupou o cargo de Presidente da Câmara Municipal de Loulé entre 19 de Abril de 1973 e Maio de 1974.

Durante o seu mandato debateu-se a definição das freguesias de Almancil, do Concelho de Loulé, e de Santa Bárbara de Nexe e S. Pedro, do Conselho de Faro. Em Quarteira e Vilamoura realizaram-se projectos de urbanização e de infra-estruturas e, em Loulé, iniciou-se o plano de urbanização e de expansão Nordeste. 

Faleceu a 26 de Setembro de 2009.

 

Nota:

 

1. E isto é o pouco que a marafada louletana conseguiu apurar sobre este ilustre Louletano que ocupou a presidência da Câmara Municipal de Loulé até bem perto do 25 de Abril de 1974. 

 

2. Na falta de uma fotografia de Manuel Lourenço Teixeira Faísca optei por colocar uma do edifício dos Paços do Concelho por ser nele que os presidentes de Câmara exercem a sua actividade enquanto tal.


Rabiscado por Lígia Laginha às 08:25 link do post | Comentar | Marafações predilectas
Quinta-feira, 09.06.11

Presidentes da Câmara Municipal de Loulé (I) - José João Ascensão Pablos

 

Bom dia caros visitantes do "Marafações de uma Louletana".

 

Hoje este blog marafado inaugura mais uma rúbrica: os Presidentes da Câmara Municipal de Loulé. Porque são sem dúvida personalidades cuja a acção foi contruindo o que hoje se chama "Concelho de Loulé". Sobre algumas destas pessoas não dispomos hoje de bastos elementos que permitam traçar o que foi a sua vida e a sua acção governativa, assim sendo, lamentavelmente nem todos os Presidentes serão aqui "biografados".

 

Começemos então por José João Ascensão Pablos:

 

José João Ascensão Pablos nasceu na Freguesia de S. Clemente em 15 de Agosto de 1910.

A 7 de Abril de 1956 tomou posse como Vice-Presidente da Câmara Municipal de Loulé. Foi nomeado Presidente da referida edilidade a 4 de Setembro de 1957, cargo que exerceu até 2 de Janeiro de 1959.

A sua acção enquanto Presidente incidiu na continuação do projecto educativo dos cursos nocturnos, na electrificação das povoações do Concelho e da Av. José da Costa Mealha, na construção de uma lavadouro público em Quarteira e no inicio da 2.ª fase da construção do Parque Municipal.

Depois de um interregno, em que fora Presidente do Município Francisco Guerreiro Barros, nas “Actas de Vereação” de 12 de Abril de 1962, o nome de José João Ascensão Pablos volta a surgir como Presidente, não sendo no entanto possível datar a  1.ª sessão a que presidiu. Neste segundo mandato destacam-se as seguintes iniciativas: a beneficiação de fontes públicas, a aprovação do Parque de Turismo de Quarteira, a ampliação do cemitério, a reparação do Mercado Municipal de Loulé dotando o mesmo de mais bancas, o projecto da rede de esgotos de Quarteira, o estabelecimento do Mercado mensal em Boliqueime, entre outras. Este segundo mandato terminou em 1965.

José João Ascensão Pablos faleceu em Loulé a 06 de Agosto de 1974.

 

Nota:

 

1. Na falta de uma outra fotografia de José João Ascensão Pablos copiei esta do blog "SEbastião". Ascensão Pablos é o homem no centro da fotografia.

 

Rabiscado por Lígia Laginha às 08:47 link do post | Comentar | Marafações predilectas

pesquisar

 

Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
17
21
26
27
28
29
30

últimos comentários

  • Ora andava na net a pesquisar uma receita das noss...
  • Muito boa tarde.Gosto muito do seu trabalho.Hoje e...
  • Parabéns pelo artigo...Foi editado em 2010 pela Câ...
  • olá viva,adoro a alcofa redonda. Será k posso ter ...
  • Um dos meus bisavôs teve uma dessas indústrias de ...
  • Tão lindo, tudo caiado, branquinho ! Pena que est...
  • Cara Lígia,Tomei a liberdade de utilizar esta sua ...
  • Olá, procuro os proprietários da capela de Sta . C...
  • Muito bom blog ;))
  • tenho uma cataplana a estrear e vai começar por um...

As marafações passadas de validade