As Bicas Velhas de Loulé

 

 

 

Bom dia caros visitantes do "Marafações de uma Louletana".

 

Loulé, como qualquer outra urbe algarvia que se preze, possui ainda uma fonte, fonte esta designada de "Bicas Velhas".

No livro do já referenciado neste blog Pedro de Freitas, "Quadros de Loulé Antigo", pode ler-se: "As quatro bicas  datam de 1837, e foram feitas do material do primitivo sino do relógio, que servira na torre da Matriz e ainda fora colocado na torre das muralhas, que, por estar arruinado, foi fundido neste ano. Estas bicas eram alimentadas por um potente filão de água. Raramente secavam na maior força do calor, e além de alimentarem numerosa gente com o precioso líquido, abasteciam o tanque das lavadeiras, que existia ao fundo, e mais o grande chafariz onde os animais bebiam."

Na parte superior da fachada passa muitas vezes despercebida uma pedra bem mais antiga, com a representação de uma mulher alada de pernas abertas… Foi tirada do convento da Graça, de que restam, aliás, só ruínas…

Na actualidade, as Bicas Velhas continuam a jorrar e muitos ainda bebem da sua água, como de resto ontem, ao por lá passar, constatei.

A marafada apela para que numa das próximas vezes que visitem Loulé não se esqueçam de ir espreitar esta beleza patrimonial que muitas vezes passa quase incógnita perante a grandeza do património que a rodeia.

 

Rabiscado por Lígia Laginha às 07:33 link do post | Comentar | Marafações predilectas