A Casa da Cultura de Loulé

 

 

Bom dia caros visitantes do "Marafações de uma Louletana".

 

Hoje este blog marafado vai dar-vos a conhecer um pouco da Casa da Cultura de Loulé:

 

Em 1979 um grupo de professores de Loulé reconheceu a necessidade de uma intervenção cívica para além do âmbito das suas funções normais, ou seja, algo que dinamizasse a vida cultural da cidade – então uma pequena vila. Na sequência de vários encontros foram criadas as bases para o lançamento de um projecto cultural, tendo sido criada então a Comissão Pró Casa da Cultura.

A duração desta estrutura, com esta designação, foi relativamente curta, tendo dado lugar à criação da Associação Pró Casa da Cultura.

Em 1987 foi adoptado o actual nome – Casa da Cultura de Loulé e algum tempo depois, quando o Instituto Português da Juventude criou o RNAJ – Registo Nacional de Associações Juvenis – a Associação procedeu aí ao seu registo como Associação Juvenil.

Actualmente a Associação conta com 670 associados e tem-se vindo a constituir como uma entidade de referência no sector da dinamização sociocultural da cidade e do concelho de Loulé.

A actual Direcção é composta por nove elementos, sendo cada um deles responsável por uma ou mais áreas de trabalho da Associação. Todas as actividades são asseguradas pelos associados em regime de voluntariado, existindo apenas dois elementos assalariados que asseguram as tarefas de secretariado.

Ao longo dos anos a Casa da Cultura tem promovido um leque diversificado de actividades, estando patentes em todas elas três grandes linhas orientadoras: a organização, a formação e a divulgação de eventos culturais.

Nos primeiros anos da sua existência, e até pela proveniência dos seus fundadores, foi privilegiada a intervenção junto das escolas, tendo sido desenvolvido todo um trabalho de fomento da prática desportiva, de relançamento dos jogos tradicionais e de apoio às artes plásticas. Seguidamente, começou a ser prestada maior atenção e apoio técnico ao lançamento e consolidação de outras associações locais, capazes de partilhar e prosseguir objectivos semelhantes noutras zonas da região, promovendo, nomeadamente, o intercâmbio de residentes em actividades valorizadoras dos recursos culturais da zona.

Mais tarde, naturalmente, a Associação voltou-se para uma maior estruturação e alargamento das suas próprias actividades, estendendo-se estas pelas áreas do teatro, da fotografia e das artes plásticas e tendo-se fortalecido entretanto o sector da actividade gímnica.

 

Nota:

 

1. Na próxima Sexta – Feira dia 22 de Julho, pelas 21h30m no Cineteatro Louletano o Grupo de Teatro Análise da Casa da Cultura de Loulé, irá apresentar a peça “As 3 Filhas da Mãe”. Este espectáculo surge após 7 lotações esgotadas em diversas salas do concelho de Loulé, levando a peça a ultrapassar a barreira dos 1000 espectadores.
O grupo amador “Teatro Análise da Casa da Cultura de Loulé” agradece o carinho com que o público tem acolhido as suas recentes produções.

Rabiscado por Lígia Laginha às 07:16 link do post | Comentar | Marafações predilectas